Cinco bairros boêmios e imperdíveis em Madrid

Madrid é a cidade com mais bares da Espanha – que, por sua vez, é o país mais boêmio que eu já conheci. A capital dorme tarde e tem uma vida noturna intensa. Não faltam bares por aqui; para todos os estilos e bolsos. Listarei, abaixo, algumas das melhores regiões para tomar algo e ser feliz em Madrid. Vem, gente! =)

1. La Latina

Bairro boêmio em pleno centro histórico de Madrid. A região abriga uma quantidade impressionante de bares e terrazas. Definitivamente, não há lugar melhor para sair de tapas y cañas (ou mojitos) por aqui.

A Cava Baja é uma rua só de bares e restaurantes no coração de La Latina, onde madrilenhos e turistas se misturam num vai e vem sem fim (e sem ficar por muito tempo num único lugar). É parada obrigatória para os boêmios.

Por ali, recomendo os bares de tapas El Tempranillo e Lamiak e a tradicional Casa Lucio, que tem também um irmão menor na mesma rua, a Taberna los Huevos de Lucio (aproveite para provar os tradicionais huevos rotos).

Perto da Cava Baja ficam mais dois clássicos de La Latina: El Viajero (com sua terraza gostosa e uma bela carne uruguaia) e Juana la Loca (que tem uma das tortillas mais famosas de Madrid). Passe também por La Musa Latina, outra delícia do bairro.

Extra: na zona do Rastro, a poucos minutos a pé de La Latina, você encontra o tradicional Café Pavón, reaberto após obras. Imperdível também.

Metrô: La Latina.

viajero
El Viajero (Joana Tiso / Entre tapas y cañas)

História e boemia em La Latina

2. Barrio de las Letras

O bairro recebeu este nome em homenagem aos escritores e dramaturgos do chamado Siglo de Oro (século de ouro) que moravam ou frequentavam a região, como Cervantes e Lope de Vega. Suas ruas, que costumam receber manifestações artísticas variadas ao longo do ano, são o destino certo para quem quer tomar bons drinks noite adentro.

Comece a rota por cima, na Plaza de Santa Ana, e pegue a Calle de Huertas, artéria central do bairro. Vá seguindo o fluxo ladeira abaixo e entrando nas ruas ao redor. O primeiro bar que recomendo, a poucos metros da Santa Ana, é o Matute. Prefere um clássico? A centenária Casa Alberto também fica a um pulo dali.

Na boêmia Calle Echegaray você vai encontrar dois dos meus bares favoritos de Madrid, um ao lado do outro: Brew Wild Pizza Bar (com cervejas artesanais) e Salmon Guru (prove o delicioso coquetel Greek Citrics). Para mais uma leva de drinks, passe no Elhecho Bar, com mojitos que costumam chamar a atenção.

Extra: se você ama hambúrguer, termine a noite no concorrido Goiko Grill, já perto do Paseo del Arte (é bom reservar mesa).

Metrô: Antón Martín.

Salmon Guru (Joana Tiso / Entre tapas y cañas)

3. Lavapiés

Quase 90 nacionalidades convivem em Lavapiés, o bairro mais multicultural de Madrid. A região respira arte, política e boemia o ano inteiro – e é um dos meus locais prediletos da capital. Caso você esteja por lá e queira tomar umas cervejas geladas, os caminhos te levarão à Calle Argumosa.

Comece a rota na altura da Plaza de Lavapiés, bem na saída do metrô. O bar que mais frequento no bairro é La Playa de Lavapiés, logo no início da Argumosa. Gosto tanto que até comemorei aniversário por lá.

Percorra a rua e aproveite também para conhecer seus restaurantes étnicos, que costumam ter bons preços, e seus cafés, como o La Libre, que fica do outro lado da Argumosa, quase no Museo Reina Sofía. Aliás, se o foco é café, passe no Cafelito, na Calle Sombrerete.

Outra rua indicada para os boêmios é a Ave María (curiosamente, algumas ruas do bairro têm nomes católicos). Também está colada na Plaza de Lavapiés. Por ali fica o Melo’s, um clássico de Lavapiés e quase sempre cheio. As croquetas da casa fazem o maior sucesso.

Extra: os apaixonados por pizza podem (e devem) visitar a NAP, que é a pizzaria favorita dos italianos da região e fica na mesma Ave María.

Arte, política e boemia em Lavapiés

Metrô: Lavapiés.

4. Malasaña

Mais um bairro central com uma vida noturna agitadíssima. É a pedida para quem quer misturar bons drinks e música até altas horas. Se for este o plano, indico os clássicos La Via Lactea, El Penta e TupperWare, que proporcionam uma noite animada e nostálgica aos seus visitantes.

Malasaña foi parte fundamental da movida madrileña, revolução cultural e social da década de 80. Muitos bares que marcaram o movimento seguem abertos até hoje e com uma pegada oitentista (como os que recomendei aí em cima).

Agora, quem busca uma terraza para tomar uns chopes e papear ao ar livre pode ir sem medo até o 2D, na Plaza Dos de Mayo. Quer unir bebidas e comidinhas? Então experimente o Mercado de San Ildefonso, o meu favorito da capital.

Extra: Chueca, bairro gay de Madrid, fica ao lado de Malasaña e oferece também uma infinidade de bares para quem quer curtir a noite da capital.

Metrô: Tribunal.

San Ildefonso
Mercado de San Ildefonso (Joana Tiso / Entre tapas y cañas)

5. Ponzano

O bairro é, na verdade, Chamberí, mas os bares mais conhecidos da região se concentram na Calle Ponzano, que virou um polo gastronômico dos mais disputados da cidade (talvez, por isso, muitos espaços exagerem no preço atualmente). É a única zona da lista que fica fora do centro.

Há lugares modernos e um ou outro classicão por lá – se for este o propósito, passe no El Doble, que oferece o melhor chope de Madrid na opinião de muitos locais. É bem tradicional, daqueles bares onde se bebe em pé. Chega a destoar em meio a tantos lugares moderninhos.

Para quem busca vinho, a boa é a Taberna Averías. Quer tomar vinho e comer bem (jantar mesmo)? Uma opção é o La Máquina Chamberí. Os fãs do gin, bebida que faz bastante sucesso em Madrid, podem tentar o La Contraseña. Todos ficam na Calle Ponzano, onde um bar encosta no outro e a noite não tem hora para terminar.

Metrô: Alonso Cano.

Dicas e avisos

Selecionei alguns locais em cada bairro boêmio, mas sugiro que você caminhe pelas regiões em busca do seu bar ideal. Há muitas ofertas e tem sempre algum canto que pode te surpreender. Além disso, é bom checar o site oficial antes de ir a um bar ou restaurante em Madrid, pois alguns fecham durante um ou dois dias da semana (geralmente segunda).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.