Legazpi está na moda e cheio de novidades

Legazpi está em todas as listas de lugares da moda atualmente. O site do El País destacou 18 bairros do mundo que ninguém visitava e que ganharam status de must go nos últimos anos. E lá estava Legazpi, que tem atrações imperdíveis, como o Matadero Madrid, e vem atraindo investimentos.

No fim de 2017, a novidade foi o centro comercial Plaza Río 2, que obteve investimento de aproximadamente 200 milhões de euros, segundo a imprensa local. O retorno foi melhor do que se imaginava para um fim de outono: o espaço recebeu 6 mil pessoas por hora nos primeiros dias e bateu um milhão de visitas antes do esperado.

img_9276
Novo  shopping de Madrid (Joana Tiso / Entre tapas y cañas)

Agora a bola da vez é o Mercado de Legazpi, sem uso desde 1983. O antigo espaço de verduras e frutas vai ser reformado e reaberto com mais opções para a comunidade, como uma biblioteca. O projeto está parado, mas a prefeitura prometeu que vai sair do papel neste ano ainda.

Legazpi fica em Arganzuela, distrito ao sul de Madrid, mas bem próximo do centro. Muita gente não sabe, mas Atocha já faz parte de Arganzuela. Por conta das novidades e da localização, Legazpi tem atraído curiosos e um público mais jovem do que antes.

Com isso, claro, os aluguéis aumentaram na última década. Mas, ainda assim, é uma boa alternativa para quem gosta de morar perto do centro (pagando um valor mais acessível).

Lavapiés: arte, política e boemia no bairro mais multicultural de Madrid

O que fazer

img_9259
Madrid Río na altura do Matadero (Joana Tiso / Entre tapas y cañas)

Há boas atrações em Legazpi e algumas delas são imperdíveis. É o caso do Matadero, antigo matadouro / mercado de gado e hoje o centro cultural mais bombástico de Madrid. O espaço foi fator determinante no processo de revitalização do bairro.

O Matadero está do lado do shopping Plaza Río 2, com lojas e restaurantes para todos os gostos e bolsos.

Para ir de um até o outro você tem que cruzar o Madrid Río, parque às margens do Rio Manzanares – onde muita gente deita na grama para pegar um sol ou passeia de bicicleta (a estação 165 de BiciMAD, a bicicleta pública de Madrid, fica ali pertinho).

Aliás, há uma enorme pista de skate no Madrid Río, ainda na região de Legazpi. É conhecida como SkatePark. E, logo depois, fica um campo de futebol.

img_9761
Parque Tierno Galván (Joana Tiso / Entre tapas y cañas)

O bairro tem um outro parque bem menos famoso, porém dos mais agradáveis – tanto para fazer exercícios quanto para tirar uma siesta ao ar livre. Se chama Enrique Tierno Galván. O parque é tão grande que abriga o Planetário de Madrid, reaberto há pouco após reforma.

Voltando à zona do Matadero, você vai achar por ali a Casa del Reloj, também um centro cultural (destaque para o enorme cartaz de boas-vindas aos refugiados), e o Palácio de Cristal de Arganzuela.

La Latina é amor e boemia

Comes e bebes

img_9909
Restaurante Mamba no Plaza Río 2 (Joana Tiso / Entre tapas y cañas)

O Plaza Río 2 tem duas praças de alimentação, sendo que uma delas oferece uma enorme terraza com vista para o Parque Madrid Río e o Matadero. Ali, no Mirador Río 2, há nove restaurantes / bares com sabores de diferentes continentes.

img_9695
Terraza da Cantina (Joana Tiso / Entre tapas y cañas)

Os restaurantes do Matadero, Cantina e Sagás, são uma ótima pedida, principalmente nos dias mais quentes, já que os dois têm espaços abertos (as terrazas não abrem nos meses frios). Mas aviso logo que, durante o fim de semana, costumam ficar lotados.

Além  disso, há boas opções para quem busca comida caseira ou lanches em Legazpi. Na Plaza General Maroto, colada no Matadero, estão o Costello Río e o Venta. E, ao lado, na Calle Jaime El Conquistador, tem um restaurante italiano discreto, mas gostoso. Se chama Trattoria Increscendo.

8b2f370f-2243-4a28-b864-742a1ec02b33
Napolitana (Joana Tiso / Entre tapas y cañas)

Meu restaurante preferido da região também tem pratos italianos, embora o cardápio seja quase todo dominado por sabores da Argentina, país de origem dos donos. Mama Rosa, com decoração aconchegante, serve uma comida caseira deliciosa – com menu del día no almoço.

Destaque para a milanesa napolitana (bife à milanesa com queijo, presunto e tomate), que é sensacional. Destaque para as empanadas também. Nunca aguentei comer a sobremesa, mas a cara é ótima.

Já o Santas y Buenas se apresenta como uma “nova comida caseira”. O restaurante, com pegada ecológica, é também argentino. Eu nunca fui, mas tem muito boa fama. Pretendo provar em breve e volto aqui para contar minha experiência.

img_9704
Matadero (Joana Tiso / Entre tapas y cañas)

Quem aí também tem dicas de Legazpi? 🙂

6 comentários Adicione o seu

Deixe uma resposta