Motivos para visitar, frequentar e amar o Matadero Madrid

O Matadero está em todas as listas do blog. Você deve imaginar (com razão) que é um dos meus lugares favoritos de Madrid. Já contei por aqui que a capital reutiliza bem seus espaços obsoletos e o Matadero é um desses casos. O local foi de fato um matadouro e mercado de gado no início do século XX. Hoje em dia abriga exposições, filmes, peças, cursos, eventos ao ar livre e muito mais.

Tudo isso respeitando a arquitetura original dos seus pavilhões – naquele esquema bem madrilenho de mesclar o antigo com o moderno. Quer outros motivos para conhecer o centro cultural mais badalado de Madrid? Pois te dou vários.

img_9259
Matadero visto do Parque Madrid Río (Joana Tiso / Entre tapas y cañas)

Para começo de conversa, é um espaço democrático, com entrada gratuita e programas para todas as idades. Leve em conta que algumas atividades podem ser pagas, mas é possível passar um dia bem agradável no Matadero sem gastar um tostão.

Um dos programas que você pode fazer de graça é ver filmes. A Cineteca do Matadero é linda (muito amor pela Sala Azcona) e tem documentários como carro-chefe. Mas a programação vai além, então é bom ficar de olho no site oficial.

Sala Azcona na Cineteca do Matadero
Sala Azcona na Cineteca do Matadero (Joana Tiso / Entre tapas y cañas)

Numa dessas fuxicadas eu descobri sessões grátis de Cinema Paradiso, um dos meus filmes preferidos da vida. Em geral, o bilhete custa 3,50 euros na Cineteca (bem mais em conta do que a média nos cinemas de Madrid), mas é comum encontrar filmes com entrada livre, principalmente na Sala Borau.

img_0778-1
Cineplaza de verano 2018 (Joana Tiso / Entre tapas y cañas)

Durante o verão, você também pode ver filmes ao ar livre sem pagar nada na Plaza Matadero. O projeto Cineplaza de verano estreou neste ano e espero que volte no ano que vem.

A programação do centro cultural nos meses mais quentes é das melhores. Todos os eventos são a céu aberto, do jeitinho que os madrilenhos gostam. O principal deles se chama La plaza en verano, com festas e shows entre julho e setembro. Como escurece tarde nesses meses, você ganha de brinde um pôr do sol lindão.

img_9704
Plaza Matadero em dia de show no feriado de San Isidro (Joana Tiso / Entre tapas y cañas)

Aliás, curtir o entardecer no Matadero é um dos programas mais agradáveis de Madrid. Você pode sentar na terraza do restaurante SAGÀS, por exemplo, e acompanhar o sol sumindo atrás de um dos pavilhões.

Plaza Matadero
Pôr do sol no Matadero (Joana Tiso / Entre tapas y cañas)

Se o foco for comes e bebes, sugiro que passe também na Cantina do Matadero, que fica colada na Cineteca e faz o maior sucesso entre os locais, principalmente na temporada de mais calor, quando o restaurante abre sua terraza.

img_8060
Sala de leitura no Matadero (Joana Tiso / Entre tapas y cañas)

Apesar do agito, o Matadero também é local de estudo e trabalho. O centro cultural tem Wi-Fi e uma sala com mesas e cadeiras (e bastante luz natural). Você vai ver muitos adolescentes estudando por lá.

Tem também a Casa del lector, que oferece cursos, palestras e oficinas para todos os gostos e idades. No Matadero dá até para aprender a andar de bicicleta, veja só!

Estes são os meus programas favoritos, mas há muito o que fazer por lá. Minha dica é acompanhar a programação de cada espaço (Cineteca, Naves, Casa del lector…) e da Plaza Matadero, porque tem sempre algo acontecendo, seja uma exposição, seja um mercado a céu aberto (destaque para o Mercado de diseño) etc.

Agora no Matadero

Tenho duas dicas para quem quer visitar o Matadero ainda em 2018. A primeira, já neste fim de semana (1º e 2 de dezembro), é o Mercado de productores e a segunda é a Feria internacional de las culturas, evento natalino mais multicultural da cidade, entre 14 e 23 de dezembro.

Onde

O Matadero fica fora da zona turística, mas quem sai de metrô do Sol não precisa trocar de trem. Pegue a linha 3 (amarela) e vá direto até Legazpi. São cinco paradas apenas. Rapidinho você chega ao Matadero, que fica na Plaza de Legazpi, 8 (tem entrada também por Paseo de la Chopera, 14). Veja os horários aqui.

Fim de papo no Matadero (Joana Tiso / Entre tapas y cañas)

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.