Agosto: Madrid cerrada por vacaciones

toldo_verao
Madrid: nueve meses de invierno y tres de infierno. Estes toldos, para proteger do sol forte, são bem comuns nas ruas do centro (Joana Tiso / Entre tapas y cañas)

Agosto é um mês atípico em Madrid: muitos estabelecimentos fecham as portas para férias coletivas, desde restaurantes a consultórios médicos. Os madrileños costumam viajar neste mês para curtir uma praia ou fugir do calor na serra. Os turistas, por sua vez, não se incomodam com o calorão (sem praia) de Madrid e enchem a cidade. A boa notícia é que, apesar do tanto de lugar “cerrado por vacaciones”, não faltam opções de lazer neste quente mês (muito quente, quentíssimo, uma loucura de quente). Como falam por aqui: “Madrid, nueve meses de invierno y tres de infierno”.

Os dias ficam mais longos – o sol se põe por volta das 21h30 – e a vida fica mais tranquila em agosto, com menos trânsito e correria nas ruas. Ou seja, não há necessidade de evitar uma visita a Madrid neste período. A vida segue por aqui, só que num ritmo mais calmo e quente, como férias de verão.

Houve um tempo em que Madrid fechava de fato em agosto e todo mundo parecia sair da cidade ao mesmo tempo (“al llegar agosto, vaya, vaya, aquí no hay playa”, diziam), mas hoje tem quem prefira tirar férias em julho ou até setembro. E, pós-crise, os restaurantes já não se dão ao luxo de parar as atividades por muitos dias (não se preocupem, o que não falta é lugar para comer e beber em Madrid e vocês não vão ficar na mão). Ainda assim, é um mês diferente por aqui.

corona
Casa Corona deixou saudade (Joana Tiso / Entre tapas y cañas)

Além das famosas terrazas, nossas melhores amigas durante o verão, há eventos criados especialmente para a temporada mais quente de Madrid. Ignorando as altas temperaturas, a galera gosta de colocar a cara no sol e ninguém foge para os locais fechados (embora sempre role aquele papo de elevador sobre o calor infernal). A Casa Corona (foto) encerrou sua temporada 2017 no fim de julho, depois de muita cerveja, shows e oficinas, mas ainda há ótimas ofertas pra quem busca diversão nas próximas semanas de agosto.

Bora?!

Verano de la Villa

A proposta é muito interessante: levar cultura a todas as zonas da capital, e não apenas aos bairros mais centrais. O festival, organizado pela prefeitura, é famoso mesmo entre quem nunca foi. Afinal, há inúmeros anúncios espalhados pelas ruas da cidade, desde a primavera. O projeto começou no dia 30 de junho e vai até 3 de setembro, com 90 propostas artísticas em 60 espaços diferentes de Madrid, sendo 80% dos eventos grátis. Os que não são de graça têm um custo máximo de 15 euros. Vale a pena entrar no site para conferir a programação.

Festas de rua

Agosto é o mês das festas religiosas em Madrid – mais especificamente na primeira quinzena. Há celebrações religiosas durante o dia e à noite, quando o calor dá uma trégua, as ruas ficam cheias de barraquinhas com comes e bebes. A maior e mais famosa é a festa / verbena de La Paloma, na zona boêmia de La Latina, que vai rolar de 12 a 15 de agosto. As outras duas festas, bem tradicionais também, são realizadas em bairros vizinhos a La Latina: uma na zona Rastro / Embajadores (verbena de San Cayetano, que começou no dia 2 e vai até 8 de agosto) e outra em Lavapiés (verbena de San Lorenzo, de 9 a 11 de agosto). Prometo atualizar este post com foto das festas logo, logo!

matadero
Praça do Matadero pronta para receber música e gente (Joana Tiso / Entre tapas y cañas)

La plaza en verano

Uma linda opção para as sextas e os sábados de agosto é o Matadero Madrid, centro cultural mais badalado da capital. Na sua praça, ao ar livre e com entrada grátis, o Matadero promove shows e atividades culturais variadas durante o mês. Confira a programação completa aqui. Onde? Plaza de Legazpi, 8.

Manzana 330

O evento reúne gastronomia, cerveja e arte ao ar livre, na terraza do Palácio Santa Bárbara, bem do jeito que o povo gosta por aqui. A proposta é parecida com a da Casa Corona, que fez um baita sucesso em julho (eu fui e adorei). Só que na Manzana 330 a cerveja é Mahou – muito popular em Madrid, com 125 anos de história. Gostou? Calle de Hortaleza, 87.

La terraza magnética

La Casa Encendida, centro social e cultural bem interessante de Madrid, apresenta filmes (aos sábados) e shows (aos domingos) ao ar livre durante o verão. Os preços variam entre 3 e 5 euros. Saiba mais aqui. Quer? Fica na Ronda Valencia, 2.

Outras atividades (arte, esporte etc.)

Há opções para todos os gostos neste verão. Tem exposição sobre Guernica, que completou 80 aninhos, no Museo Reina Sofia (Piedad y terror en Picasso – El camino a Guernica), tem a 20ª edição do PhotoEspaña, festival internacional de fotografia e artes visuais em cartaz nos principais museus e galerias de arte da cidade, tem ioga no parque com o visual maravilhoso do Templo de Debod, tem festival de cinema ao ar livre no Parque de la Bombilla e muito mais.

Venham passar calor comigo em agosto! =)

7 comentários Adicione o seu

  1. lucianamedeiros2012 disse:

    Calor, no thanks. Quando refresca? Love love love

    Curtido por 1 pessoa

  2. Joana Tiso disse:

    Até o início de setembro cê não dá conta, não! haha Melhor vir no outono ❤

    Curtir

  3. veras666 disse:

    Gostei de tudo…

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.