GENESIS, de Sebastião Salgado, em Alcalá de Henares

Após 32 viagens – a pé, em navios, canoas, bimotores e balões – entre 2004 e 2011, o fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado criou uma coleção de imagens que mostra um mundo ainda intocado. Cerca de 40 das 245 fotos do livro GENESIS estão expostas na Plaza de Cervantes, bem no coração de Alcalá de Henares, até amanhã (6 de junho).

A exposição ao ar livre faz parte de um programa bem bacana chamado Arte en la calle (Arte na rua), desenvolvido pela Obra Social ”la Caixa”.

“A boa notícia é que 46% do planeta segue como no dia da gênese. A descoberta desse mundo não saqueado foi a experiência mais gratificante da minha vida (Sebastião Salgado).”

©Sebastiao SALGADO / Amazonas Images / NB Pictures

Eu fiz a comunicação digital do projeto no Brasil, por isso tenho um carinho superespecial por este trabalho do Salgado. E foi uma surpresa maravilhosa reencontrar GENESIS num bate-volta em Alcalá, que fica a apenas 40 minutos de Madrid se você pegar o trem em Atocha (vale muito a visita).

“Este trabalho é um hino visual à grandeza e à fragilidade da Terra. Mas é também um aviso, espero, acerca de tudo o que nos arriscamos a perder (Sebastião Salgado).”

©Sebastiao SALGADO / Amazonas Images / NB Pictures

Reparem, abaixo, que Sebastião Salgado aparece numa única foto – refletido no olho de um filhote de elefante-marinho na Geórgia do Sul. Algumas das minhas imagens favoritas de GENESIS estão na mostra de Alcalá e, se você estiver por lá hoje ou amanhã, corra para ver essa lindeza de trabalho.

  • Fotos: Joana Tiso / Entre tapas y cañas.

Leia também:

Bate-volta: Toledo
Bate-volta: Aranjuez

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.