Copa do Mundo: minha experiência na Casa do Brasil

img_0128
Joana Tiso / Entre tapas y cañas

Vale a pena ver os jogos da Seleção Brasileira na Casa do Brasil? Depende do que você espera. Tem coxinha, tem caipirinha, tem água de coco, tem torcida brasileira, tem música, mas tem também muita gente. Na estreia do Brasil na Copa do Mundo (1×1 com a Suíça), estava lotada.

Tudo bem que era o primeiro jogo e num domingo, mas imagino que fique sempre cheia nos dias da nossa seleção — a Casa do Brasil transmite também as partidas de Argentina, Colômbia, Costa Rica, Espanha, México, Panamá, Peru, Portugal e Uruguai, além dos embates decisivos a partir das oitavas.

Como lotou, foi preciso uma dose extra de paciência para encarar as longas filas. Se você for ao banheiro ou comprar algo no intervalo do jogo, por exemplo, pode acabar perdendo parte do segundo tempo.

Eu perdi uns 15 minutos de partida por causa da fila do banheiro, mas meu amigo que aproveitou o intervalo para pegar comida e bebida demorou bem mais. Detalhe que ele já tinha comprado as fichas; a demora foi apenas para retirar os comes e bebes.

Vale destacar que para entrar na Casa do Brasil eu não peguei fila. Foi bem rápido e a entrada é gratuita. O lado bom de ter tanta gente — e quase todo mundo do Brasil — é que você se sente em casa. E o clima é agradável. Cruzei com torcedores vestindo camisas dos quatro clubes grandes do Rio e bateu saudade.

Ainda sobre os pontos positivos: o telão é grande, então você consegue acompanhar a partida mesmo longe (rolou um problema técnico no domingo, mas foi resolvido rapidamente). Além disso, o jardim é fresquinho no fim de tarde, já que não bate sol (nos jogos que começam às 14h o calor é mais intenso).

Caso tenha ficado com vontade de ir à Casa do Brasil nos próximos duelos da Seleção Brasileira, o ideal é chegar cedo para comer e beber com calma e pegar um bom lugar, principalmente quando a partida cair no fim de semana ou no início da noite (ainda teremos jogos às 20h).

É possível que nesta sexta, às 14h, contra a Costa Rica, não esteja tão cheio quanto na estreia. Se você for, depois conte por aqui a sua experiência! 🙂

Segundo jogo na Casa do Brasil

Atualizando: vou contar o relato que recebi da Martina, do blog The Get Way. A Casa do Brasil estava cheia na partida de sexta, às 14h (Brasil 2 x 0 Costa Rica), mas não estava lotada. Não havia fila para comprar comida a bebida durante o jogo. No intervalo, cerca de cinco pessoas formavam uma fila curta e rápida.

Ou seja, dá para chegar em cima da hora nos jogos da tarde, mas é bom se programar melhor para os embates da noite e do fim de semana, que são bem mais concorridos.

Copa do Mundo: guia dos jogos do Brasil em Madrid

Próximos jogos do Brasil (horários de Madrid)

Primeira fase

Brasil x Costa Rica, 22/06 (sexta), 14h
Sérvia x Brasil, 27/06 (quarta), 20h

Fase de mata-mata

Oitavas: 02/07 (segunda), 16h
Quartas: 06/07 (sexta), 20h
Semi: 10/07 (terça), 20h
Final: 15/07 (domingo), 17h

2 comentários Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.